Combustível: Economizar é fundamental para o passeio não sair caro. Veja como poupar

Por Otto Aquino Da Revista Náutica  

Existem várias maneiras de economizar combustível numa lancha, mas tudo depende da sua boa vontade em colocar em prática algumas delas. Nem todas parecem, a princípio, muito eficientes. Mas basta navegar por algumas horas seguindo estas sugestões para sentir a diferença na hora de reabastecer. Uma economia mínima que seja já faz alguma diferença no bolso, pode acreditar. A melhor – e mais indicada – maneira de não gastar combustível a toa é fazendo uma manutenção preventiva dos motores e demais equipamentos mecânicos. 
Sim, isso pode tomar um pouco de tempo, mas os resultados serão sempre satisfatórios. E mais: os mesmos fatores que influenciam na economia também ajudam a melhorar o desempenho, diminuir a emissão de poluentes, aumentar a vida útil do motor e reduzir os custos com a própria manutenção. Afinal, evitar sempre custará mais barato do que consertar! 
Quase sempre, o alto consumo está ligado a aspectos do motor, porque todos eles funcionam através da mistura de ar e combustível. Assim, qualquer inconveniente na combustão influencia diretamente o consumo. Mas há, também, outras causas e elas nem sempre são tão óbvias assim. Veja só algumas delas.

As dicas para poupar combustível

  • Só leve para bordo o que for realmente necessário. Quanto mais leve o barco estiver, mais ele andará e, por isso, menos gastará;
  • Distribua bem o peso a bordo. Sem estabilidade não há desempenho. E, sem desempenho, o consumo aumenta bastante;

Nunca embarque mais gente que o permitido. Além de proibido, prejudica a estabilidade, aumenta o peso e,também,o consumo;

  • Capotas são úteis, protegem contra o sol, mas aumentam bastante a resistência aerodinâmica do barco. Se não precisar delas, feche-as ao navegar;
  • Só abasteça com a quantidade necessária, além, é claro, da margem de segurança de 1/3 a mais. Combustível demais no tanque aumenta o peso, envelhece logo e se perde;
  • Evite deixar o motor funcionando à toa. Mas – atenção! – isso não quer dizer que você deva ligar e desligar o motor várias vezes, num curto espaço de tempo, porque pode danificar o motor de arranque;
  • Verifique periodicamente se os hélices estão trincados, danificados ou sujos.Qualquer alteração neles aumenta diretamente o consumo.O mesmo acontece com os lemes. Se eles estiverem desalinhados, podem “frear” o barco;
  • Se o barco estiver vibrando muito, os eixos que ligam o motor ao hélice podem estar desalinhados. Isto rouba desempenho e aumenta o consumo;
  • Periodicamente, retire o barco da água e pese-o. Se estiver muito acima do normal, pode haver água dentro das longarinas, cavernas ou no laminado. E peso a mais, você já sabe…
  • Se o barco ficar parado na água por mais de duas semanas, mergulhe para limpá-lo e remover eventuais cracas.Um casco sujo rouba cerca de 10% do desempenho e aumenta o consumo quase na mesma proporção;
  • Se tiver motores de popa acima de 75 hp, troque os hélices de alumínio por outros, de aço inox,que melhoram a aceleração e diminui o consumo;
  • Faça uma boa revisão no motor a cada seis meses. As peças normalmente trocadas serão velas, correias, óleo e óleo da caixa de engrenagens, além de graxa nas articulações;
  • Nos motores a diesel, troque os filtros, limpe o tanque e verifique os bicos,bombas injetoras e o intercooler;
  • Nos motores de centro a diesel, periodicamente, acelere até a rotação máxima por cerca de um minuto, para limpar os bicos injetores;
  • Como nos automóveis, quanto mais força o motor fizer na partida, mais combustível gastará. Por isso, para chegar até a velocidade ideal, acelere suave e progressivamente a sua lancha;
  • O compartimento do motor precisa ser bem ventilado para que ele não esquente muito e perca o rendimento;
  • Abuse da velocidade de cruzeiro econômica, que é aquela em que é possível atingir a maior distância com um tanque cheio. Se o fabricante não fornecer este dado, confira nos testes de Náutica. Geralmente, em motores de popa, esta velocidade ocorre a cerca de 3 500 rpm.

Combustível adulterado: Como identificar esta bomba

 Quase nunca dá para identificar um combustível adulterado a olho nu. Mas, ao ser abastecido por um combustível de má qualidade, o barco imediatamente passa a apresentar determinadas características que podem indicar que ele foi “batizado”. Veja aqui algumas delas e volte para reclamar ou,nos casos mais sérios,siga direto para a oficina. 

O que ele causa…
Motor engasgando e morrendo nas paradas. Potência e o torque sofrendo grande perda. Marcha lenta irregular e oscilação de rotações. Aumento no consumo de combustível. Maior dificuldade em dar a partida. Aumento considerável da fumaça.

…E o que você deve fazer
Escoe todo o combustível e limpe o tanque. Troque as mangueiras e conexões de alimentação. Veja a válvula que regula a pressão da injeção. Cheque as condições da bomba de gasolina. Limpe os bicos injetores ou carburador. Troque os filtros de combustível.

One thought on “Combustível: Economizar é fundamental para o passeio não sair caro. Veja como poupar

  1. o fundamental para motores a diesel ou gasolina , é a troca do filtro de combustivel e filtro de oleo do motor e rabeta , pelo menos uma vez por ano.
    melhor ainda , para barcos que ficam muito tempo parados , é pelo menos uma vez por mes , lançar na agua e andar com a lancha por no minimo 1 hora por mes…..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s