Aprenda como adoçar o seu motor

ADOÇAMENTO DE “A” À “Z”

Esse texto foi produzido a partir de uma palestra de Ricardo Paragon, disponível na internet no endereço: http://bit.ly/tKqJg4

Você sabe realmente adoçar um motor depois de usá-lo em água salgada?… 5 minutos são suficientes?… Vamos a um exemplo típico:

Você chega, tira o barco da água, coloca o “orelhão” ou “telefone”, liga a água, liga o motor, começa a tirar tudo aquilo que não vai ficar no barco, tais como geladeira, toalhas CDs e etc., funciona por uns 5 minutos, dá umas boas aceleradas para limpar os carburadores e por fim desliga o motor, tira o capô (motor de popa) ou abre o porão (motor de centro) aplica um spray comprado na autorizada, fecha tudo, dá uma boa lavada nos estofados e vai embora…

Infelizmente o procedimento acima está totalmente errado. O motor não foi adoçado da maneira correta, não foi lavado, e não foi SECO!

Os motores de popa são feitos de alumínio, e o alumínio em alta temperatura dilata. Ao dilatar, micro ranhuras vão aparecer, nestas ranhuras é que se vão depositar o sal, e o sal em contato com o alumínio e o ar vão resultar em uma oxidação. Caso o motor não seja lavado corretamente, esta oxidação vai criar um sal de alumínio, que posteriormente em temperatura alta, vai se transformar em cristal de sal, ou seja, PEDRA. E onde há pedra não passa água, se não passa água, não refrigera direito, se não refrigera direito o motor esquenta, aumentando as ranhuras que irão se encher de sal e aí a história você já conhece.

Os motores de centro ou centro/rabeta são blocos de motores automotivos (de carros nos motores a gasolina e de caminhões nos motores a diesel), estes motores são feitos de ferro fundido, são adaptados para o uso com água salgada, resfriamento com água externa.

RESFRIAMENTO COM ÁGUA EXTERNA

Assim como os motores de popa, os motores de centro também são refrigerados pela água externa, tais como lago, lagoa e o mar. O sistema é dotado de um captador de água, normalmente localizado na rabeta do motor de popa e na própria rabeta nos motores centro rabeta, uma bomba com rotor de borracha, que está ligada diretamente ao eixo do motor (nos motores de popa) ou por correia ligada ao eixo central (motores de centro).

O captador colhe a água que é “sugada” pelo rotor, que distribui pelas partes quentes do motor (cabeçote, bloco e descarga). Esta água é descarregada de volta para fora do motor pela descarga. Mas existe algo que controla a temperatura do motor, para que o mesmo não resfrie rapidamente: é o termostato, que é uma válvula que tem a função de controlar a saída da água, abrindo-se quando a temperatura está muito alta ou fechando-se quando a temperatura está muito baixa.

Voltando aos motores de centro, por serem fabricados em ferro fundido, a ferrugem é FATAL, pois a oxidação é quase que imediata, por mais que os cabeçotes sejam tratados, a ação do sal é imediata, as “muflas”, nome dado às curvas das descargas, têm uma vida útil de 2 a 3 anos, sem dó e nem piedade, os cabeçotes duram um pouco mais.

A oxidação também é resultado de uma eletrólise, pois o motor dissipa a energia estática pelo bloco que está aterrado a um ANODO. O Que… O Que é ANODO?

ANODO ou anodo de sacrifício, que é feito de alumínio e/ou zinco, tem a função de absorver grande parte da corrosão derivada da eletrólise provocada pela energia estática. O anodo DEVE estar sempre limpo e aterrado, e deve ser trocado quando chegar a 50% de desgaste.

Bom então qual é a maneira melhor para se adoçar um motor?

A- Tirar o barco da água.
B- Tirar o capô do motor ou abrir o porão
C- Verificar se há algum vazamento de combustível, cabo de vela solto, se está tudo bem!
D- Colocar o “telefone” ou “orelhão” na rabeta.
E- Verificar se a pressão da água está boa (nos motores de popa tem um orifício na lateral que espirra água com boa pressão, se a pressão for baixa este orifício vai sair pouca água).
F- Ligar o motor sem acelerar (alem de o motor já estar quente, NUNCA se acelera fora d’água).
G- Verificar se água está retornando pela descarga.
H- Verifique a água que sai, se está muito preta ou com óleo, caso esteja pode ser um problema, a água deve sair limpa com um leve deposito de carvão.
I- Verificar se o XIXI do motor está com pressão.
J- Você vai notar que após alguns minutos a água começará sair por outras saídas, estas saídas estão ligadas ao termostato, isto significa que os termostatos estão se abrindo.
K- Deixe a partir deste ponto o motor funcionar por 10 minutos, sempre verificando a pressão dá água e a temperatura do motor, COMO? Pela água que sai na descarga, se ela estiver fervendo, significa que a pressão da água esta pouca, mas se a água ficar somente quente, isto é normal.
L- Desligue o motor, e levante a rabeta, para se lavar embaixo, aproveite e verifique os anodos, nesta área é comum juntar as “cracas” ou “Caracas”, não deixe acumular, lave bem, com água.
M- Verifique nos hélices por amassados, linhas de nylon, e folgas, no caso de amassado é recomendável reparar antes de usar o hélice novamente, para não prejudicar os rolamentos.
N- Abaixe a rabeta e lave o motor. …o MOTOR? Sim o motor. É claro que você deve esperar um pouco para que não haja choque de temperatura e provoque uma rachadura no bloco. Lave o motor com mangueira com pressão baixa de cima para baixo, somente nos cabeçotes e na descarga, nos motores de popa, da metade do volante para traz sem molhar o motor de arranque.
O- Deixe secar, e verifique as baterias, lave as também, verifique o porão por sujeira ou algo que possa travar o automático da bomba de porão. Passe a graxa ou silicone nos bornes de bateria.
P- Aplique spray do fabricante no motor todo, ou vaselina, mas sem fazer lambança.
Q- Retire tudo que tem para sair do barco.
R- Verifique o reservatório de óleo, não deixe cair água em cima.
S- Lave o barco com água e detergente, não precisa lavar os estofados com mangueira, pois só vão encharcar a espuma, use esponja e balde, coloque tudo para secar.
T- Coloque o capô no motor, e dê polimento com cera de carro uma vez por mês. Nos motores escuros é comum encontrar manchas de sal na coluna. Neste caso, esfregue uma esponja com vinagre várias vezes e depois aplique a cera. A mancha vai sair.
U- Se puder, não coloque a capa de cobertura, e não feche o porão, deixe o barco respirar por um dia se possível.
V- Verifique se a chave geral está desligada.
W- Verifique se o bocal do tanque de combustível está fechado.
X- Coloque a lona de cobertura, verificando se o respiro do tanque está para fora. Aplique vaselina no respiro, pois já vi muito marimbondo fazer casa alí.
Y- Sempre deixe a proa do barco mais alta que a popa, para evitar acumulo de água proveniente de chuva.
Z- Anote a data do abastecimento, pois o combustível, seja gasolina ou diesel tem vida útil muito curta. 30 dias.

Se seguirmos estas recomendações, o motor estará preservado, e a vida útil dele será… longa.

PS: Eu, Ricardo, tenho um motor de popa 20 hp 1975, e desde 1975 até hoje ele funciona.

RICARDO PARAGON

3 thoughts on “Aprenda como adoçar o seu motor

  1. Não concordo com aplicação de graxa nos bornes da Bateria, a graxa é um isolante elétrico e acarretará mal contato com perda de amperagem, principalmente no momento da partida do motor.
    Os bornes, caso apresentem sinais de asinhabre, devem ser limpos com água aquecida e em caso de oxidação aplicar apenas vaselina que é um condutor elétrico.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s