Dicas de Convivência no Mar

Por: Adriana Fernandes
Data: 29/4/2003

Nem todos conhecem o mundo náutico, logo é bom passar algumas informações para evitar aborrecimentos.

Então, se você pretende levar um convidado inexperiente para navegar, aqui vão algumas dicas para evitar surpresas e garantir uma viagem tranquila:

  • Toalhas? Esteja seguro que as que estão à bordo são suficientes – se não for, não esqueça de levar mais!
  • Blusas de frio devem sempre ficar na reserva. Mesmo no final da tarde, no mar sempre há aquela brisa que exige ao menos um moleton.
  • Se o material de lazer à bordo – máscaras, nadadeiras, coletes infantis – não for suficiente, peça ao convidado que providencie.
  • Remédio para enjôo é uma precaução que sempre deve ser tomada, principalmente quando se trata de marinheiros de primeira viagem.
  • Finalmente, esclareça que é impossível precisar a hora de volta, para que os angustiados parentes em terra não liguem para a Marinha, a Guarda Costeira, o Corpo de Bombeiros.

Dez Mandamentos

Outro aspecto delicado é a autoridade do comandante. Como colocar regras sem parecer um ditador, intimidar ou restringir a liberdade dos convidados?

Para amenizar o impacto das regras, aproveite a presença das crianças e explique a lista abaixo, pedindo aos adultos que reforcem os “Dez Mandamentos”. Afinal de contas, são eles que, com mais frequência, quebram as regras da boa convivência a bordo.

1. Tirar os sapatos ao entrar e armazená-los em um local pré-determinado, assim como camisetas, sacolas (evitar mala rígida) geladeiras portáteis, etc.

Nada deve atravancar as passagens ou dificultar o acesso aos equipamentos de segurança e manutenção.

2. Todas devem saber onde estão os coletes salva-vidas e a caixa de primeiros socorros.

3. Fumar no interior de um barco é irracional (principalmente se estiver chovendo) e no exterior, em movimento, perigoso.

4. Não dê palpites nem tente ajudar, a menos que seja solicitado.

5. Não desembarque nem mergulhe com o motor ligado.

6. Use água doce o mínimo possível. Isso vale para banho, cozinha e até aquela chuveirada no final do banho de mar.

7. A bordo do cockpit, não fique pingando pois o piso torna-se escorregadio. O anfitrião deve deixar a pilha de toalhas sempre a mão. Se for sentar ou deitar no interior do barco, faça-o sempre sobre uma toalha seca.

8. Se os banheiros do barco não possuírem caixa coletora, deixe para usá-los com o barco em movimento. Se não houver outra solução, pelo menos não puxe a descarga. Explicar esta regra é meio desagradável, mas não explicá-la pode trazer consequências ainda mais graves.

9. O Jetski daria um capítulo à parte. É fundamental usar coletes e brincar o mais afastado possível de outras embarcações para que seu divertimento não se transforme no tormento do próximo.

10. Última regra e fundamental: Respeitar as ordens impostas pelo comandante. Ele sabe o que faz!

One thought on “Dicas de Convivência no Mar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s